Página Inicial

Menu de Ajuda

Menu Principal

Detalhe da UFCD

8027 - Segurança e gestão do risco em turismo de natureza e aventura
(*) Em Vigor
Designação da UFCD:
Segurança e gestão do risco em turismo de natureza e aventura
Código:
8027
Carga Horária:
50 horas
Pontos de crédito:
4,50
Objetivos

  • Aplicar as metodologias de segurança passiva, ativa e reativa a atividades de natureza diversa.
  • Aplicar metodologias adequadas de gestão do risco em atividades de natureza diversa, quer envolvam, ou não, atividades de risco acrescido.
  • Dominar os conceitos básicos e aplicar a terminologia.
  • Aplicar metodologias e técnicas de avaliação de riscos em atividades de turismo de natureza e aventura, do ponto de vista da organização, dos colaboradores e dos clientes.
  • Selecionar e avaliar alternativas para a minimização do risco.
  • Desenvolver um plano de gestão do risco para atividades de turismo de natureza e aventura.
  • Definir uma estratégia de emergência numa atividade.
Recursos Didáticos

Conteúdos

  • Introdução à gestão do risco e sua relevância
    • Panorama da animação turística em Portugal
    • Atividades de risco acrescido
    • Gestão do risco versus gestão da segurança
    • Responsabilidade e legislação específica
  • Regras de Segurança e a sua aplicação às atividades e programas
    • Regras de Segurança, Passiva, Ativa e Reativa
  • Conceitos de base e terminologia (ISO Guide 73 2009)
  • Processo e fases da gestão do risco
    • Abordagem geral da ISO 31000 2009
    • Processo de gestão do risco
  • Socorro em vítimas de acidente ou doença súbita, garantindo a sua estabilização e, se possível, a melhoria do seu estado
  • Fases do processo de gestão do risco em atividades de turismo de natureza e aventura
    • Abordagens metodológicas específicas
    • Critérios e técnicas
  • Perceção do risco, comunicação e motivações para a aceitação do risco
  • Identificação e compreensão das causas de acidentes
    • Relações de causalidade e modelos acidentológicos
    • Noções básicas de investigação de acidentes
  • Planeamento da contingência e da resposta em emergência
Referenciais de Formação

Histórico de Alterações

2013-01-29   Criação de UFCD.
Informação

Designação da UFCD:
Gestão do risco em turismo de ar livre
Código:
8027
Carga Horária:
50
Pontos de crédito:
4,50
Objetivos

  • Aplicar metodologias adequadas de gestão do risco em atividades de natureza diversa, que envolvam, ou não, atividades de risco acrescido.
  • Dominar os conceitos básicos e aplicar a terminologia.
  • Aplicar metodologias e técnicas de avaliação de riscos em atividades turísticas de ar livre, tanto do ponto de vista da organização, como para os colaboradores e clientes.
  • Selecionar e avaliar alternativas para a minimização do risco.
  • Desenvolver um plano de gestão do risco de atividades de turismo de ar livre.
  • Definir uma estratégia de emergência numa atividade.
Bibliografia

Conteúdos

  • Introdução à gestão do risco e sua relevância:
    • Panorama da animação turística em Portugal
    • Atividades de risco acrescido
    • Gestão do risco versus gestão da segurança
    • Responsabilidade e legislação específica
  • Conceitos de base e terminologia (ISO Guide 73 2009)
  • Processo e fases da gestão do risco:
    • Abordagem geral da ISO 31000 2009
    • Processo de gestão do risco
      • - Estabelecimento do contexto
      • - Identificação do risco
      • - Estimativa do risco
      • - Valoração do risco
      • - Controlo do risco
      • - Monitorização e revisão do risco
      • - Comunicação do risco
    • Fases do processo de gestão do risco em atividades de turismo de ar livre
      • - Abordagens metodológicas específicas
      • - Critérios e técnicas
  • Perceção do risco, comunicação e motivações para a aceitação do risco
  • Identificação e compreensão das causas de acidentes
    • Relações de causalidade e modelos acidentológicos
    • Noções básicas de investigação de acidentes
  • Planeamento da contingência e da resposta em emergência
Referenciais de Formação

(*) 2019-06-22   Alteração da designação para Segurança e gestão do risco em turismo de natureza e aventura.
Alteração dos Objetivos.
Alteração dos Conteúdos.